Sobre

Adoradora de tudo o que faz emocionar,

do belo, do simples, e do que nos aconchega.

Publicitária e Jornalista por formação, foram nas aulas de fotografia dos cursos de graduação que descobri o amor pela arte de contar histórias através das imagens.
Desde então, fotografar famílias se tornou minha grande paixão. Através da fotografia lifestyle e documental, prezando o uso da luz natural e lugares reais, minha realização está em entregar memórias preciosas, por meio de imagens que aquecem nosso coração e que ficam marcadas para sempre em uma família.

E é com muito amor que registro o amor.

Eternizando os encontros e as diferentes fases que a vida nos proporciona é com enorme felicidade e inspiração que tenho o privilégio de retratar a expectativa da espera bebê que está prestes a vir ao mundo; a emoção indescritível do nascimento; todo amor e cuidado envolvidos na chegada do novo membro da família; cada nova conquista do bebê no seu primeiro ano; as diferentes fases da família; as celebrações e tantos outros pequenos grandes momentos,  que cercam o cotidiano de uma família, constroem nossa memória afetiva e contam tanto sobre quem somos.

Por que a fotografia?

Posso considerar que tenho algumas paixões nessa vida. Gatos são uma delas.

Essa imagem é a lembrança mais remota que tenho sobre essa relação.
A fotógrafa na ocasião era a minha mãe, que não cansou de contar e recontar, todas as vezes que eu pedia, o que havia acontecido naquele dia e o que me levara a sentar ao lado do gato.

As histórias da família sempre me fascinaram e os pedidos para ver o álbum com as fotos era sempre atendido. Eu adorava ouvir como tinha sido a minha espera e o porquê de estar chorando tanto no primeiro banho. Imaginava como era aquele lugar que eu nem lembrava ter conhecido.

A primeira ida a praia, o batizado, a bagunça com os primos e a chegada da avó que vinha de longe só para me ver.

Eu visitava memórias que nem eram as minhas.

Amava ouvir as histórias da minha mãe quando criança e através das poucas, mas preciosas imagens que ela tinha, alimentar ainda mais a minha imaginação com os detalhes de uma outra época.

Tudo isso não parará em mim e nem nos meus filhos. Serão através dessas imagens que a história da minha família poderá ser contada, recontada e transformada em memórias que se perpetuarão por gerações.



A fotografia faz parte da minha vida desde que me entendo por gente e com o passar do tempo a necessidade de ser autora desses registros foi crescendo até o momento em que nada mais fazia sentido se não fosse para fazer exatamente o que faço hoje:

 

Contar histórias de famílias através do meu olhar,

porque esse é maior tesouro que posso deixar para o mundo.